Saltar para o conteúdo principal
Ligue-nos
Números de telefone e horários
Centro de Ajuda

Explore os nossos recursos de ajuda online

Ajuda

WordPress Gerido Ajuda

Importar a base de dados do seu site


Passo n.º 5 da série Transferir um site do WordPress Gerido para uma conta não gerida do WordPress.

Requisitos: tem de concluir os passos fornecidos em Editar o ficheiro SQL para importação para evitar erros de importação do MySQL.

O ficheiro SQL da base de dados que foi transferido no passo n.º 2 deverá ser importado para a nova base de dados do site de destino. Poderá ter de contactar o seu novo fornecedor de alojamento para obter dados específicos sobre como efetuar este procedimento na respetiva plataforma. Estas instruções partem do pressuposto que está a utilizar a ferramenta mais comum, ou seja, o painel de controlo do phpMyAdmin.

  1. Estabeleça uma ligação ao phpMyAdmin relativamente à base de dados da sua nova conta de alojamento.
  2. No phpMyAdmin, selecione a sua base de dados no menu à esquerda.
    uma imagem mostrando como selecionar o nome da base de dados a partir do menu à esquerda
  3. No separador Estrutura, selecione a opção Selecionar tudo e, em seguida, selecione a opção Largar no menu Com a seleção: para preparar a base de dados para a importação do SQL.
    uma imagem mostrando como selecionar a opção para selecionar tudo e como selecionar a opção para largar no menu pendente
  4. Selecione Ir .
  5. Selecione Sim na mensagem de alerta que é apresentada. Isto irá largar as tabelas existentes e permitir uma importação limpa do ficheiro SQL do seu site.
  6. Selecione Importar e, em seguida, selecione Escolher ficheiro para localizar o ficheiro SQL que editou em Editar o ficheiro SQL para importação.
  7. Selecione Ir .

Observação: se receber uma mensagem de erro com a indicação «O tempo limite do script foi excedido. Se pretender concluir a importação, volte a enviar o mesmo ficheiro para a importação ser retomada», pode selecionar imediatamente o mesmo ficheiro a importar e continuar o restauro a partir do ponto onde o mesmo foi interrompido.

Prefixo da tabela

Após a importação ser concluída, reveja os nomes das tabelas para encontrar o prefixo da tabela para o último passo Faça as edições finais.
uma imagem mostrando como identificar o prefixo da tabela.


Mais informações