Quais os fatores que afetam o tempo de propagação do DNS?

Ao atualizar os registos do DNS (Domain Name System, ou seja, Sistema de Nomes de Domínio) no ficheiro de zona do seu nome de domínio, poderá demorar até 48 horas para essas atualizações serem propagadas através da internet. Apesar de nos esforçarmos para aplicar as atualizações o mais rapidamente possível, o tempo de propagação do DNS do seu nome de domínio depende de vários fatores que não podemos controlar.

muitas das atualizações que pode efetuar no Gestor de domínios afetam os registos de DNS no ficheiro de zona do seu nome de domínio. Por exemplo, se definir servidores de nomes, ativar a utilização de máscaras ou o reencaminhamento, ativar as DNSSEC (Domain Name System Security Extensions, ou seja, Extensões de Segurança do Sistema de Nomes de Domínio), definir anfitriões e endereços de IP, criar sítios da internet para dispositivos móveis ou ativar o CashParking®, estará a atualizar o ficheiro de zona do seu nome de domínio.

Os fatores que afetam o tempo de propagação do DNS incluem:

  • As suas definições de TTL (Time to Live, ou seja, Tempo de Vida) — Pode definir o TTL de cada registo do DNS no ficheiro de zona do seu nome de domínio. O TTL é o período de tempo durante o qual os servidores irão guardar em chache as informações dos seus registos de DNS. Por exemplo, se definir o TTL de um determinado registo como uma hora, os servidores irão guardar as informações desse registo localmente durante uma hora antes de obterem informações atualizadas a partir do seu servidor de nomes autorizado. Um TTL mais curto pode aumentar a velocidade de propagação. No entanto, esta definição aumenta também o número de consultas enviadas para o seu servidor de nomes autorizado, sendo que essa carga acrescida torna mais lento o tempo de processamento do servidor.
  • O seu ISP (Internet Service Provider, ou seja, Fornecedor de Serviços da Internet) — O ISP guarda em cache os registos de DNS (ou seja, guarda os dados localmente em vez de obter dados atualizados a partir do seu servidor de DNS) para aumentar a velocidade de navegação na internet e reduzir o tráfego, o que torna mais lento o seu tempo de propagação. Alguns ISPs ignoram as definições de TTL e apenas atualizam os respetivos registos guardados em cache de dois em dois ou de três em três dias.
  • O registo do seu nome de domínio — Se alterar os servidores de nomes do nome de domínio, encaminharemos o pedido de alteração para o registo num espaço de apenas alguns minutos, de forma a que o mesmo possa publicar os registos do seu servidor de nomes autorizado na respetiva zona de raiz. A maioria dos registos atualiza as respetivas zonas rapidamente. Por exemplo, a VeriSign atualiza as zonas dos nomes de domínio .com de três em três minutos. No entanto, nem todos os registos aplicam as atualizações tão rapidamente. Muitas vezes, os registos protegem os respetivos servidores de nomes raiz contra uma utilização excessiva ao definirem um TTL alto de até 48 horas ou mais para esses registos de servidores de nomes. Além disso, apesar de os servidores de nomes recursivos não deverem guardar em cache os registos dos servidores de nomes raiz, alguns ISPs fazem-no na mesma, o que pode resultar num tempo de propagação mais longo dos servidores de nomes.

Este Artigo Foi Útil?
Obrigado pelos seus comentários. Para falar com um representante do serviço de apoio ao cliente, utilize o número de telefone da assistência ou a opção de conversação acima.
Ficamos contentes por o termos ajudado! Podemos fazer mais alguma coisa por si?
Pedimos desculpas. Indique-nos o que era confuso ou o motivo pelo qual a solução não resolveu o seu problema.